sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

O Que a Bíblia Diz Sobre os Falsos Obreiros?

A Bíblia revela que haveria falsos obreiros (apóstolos, profetas, pastores, mestres) introduzidos na Igreja. Mais da metade de todo o Novo Testamento foi escrito com o objetivo de combatê-los. Faz-se necessário, portanto, examinar cuidadosamente o que a Bíblia revela sobre esses “obreiros”.
Nesse espaço, observaremos algumas dessas tantas características reveladas nas Sagradas Letras, a saber:

São hipócritas (II Pe 2.1; Jd 1.4; I Tm 3.5) à Esses falsos obreiros, como o nome já diz são falsos, têm aparência de santidade, mas pela sua vida e por suas doutrinas falsas negam-na. Parecem pessoas santas, ungidas, donas de uma “unção especial”, mas pelos seus frutos e doutrinas negam a supremacia da Palavra de Deus!

A Igreja é difamada por causa deles (II Pe 2.2) à Por causa desses falsos obreiros a Igreja é blasfemada, devido a suas atitudes ímpias muitas pessoas se escandalizam e evitam se unir à Igreja.

São Insubmissos (II Pe 2.10; III Jo 9; Jd 1.8) à Eles não se submetem às autoridades da Igreja, por isso causam divisões e acabam por arrastar o rebanho de Deus para suas reuniões.
Assim como Diótrefes, falso obreiro que se achava dono da Igreja e não queria dar atenção às cartas de João (III Jo 9), esses falsos obreiros se acham no direito de tomar posse de tudo que há na Igreja: congregações, departamentos, membros, etc. Cuidado com eles!

São Imorais (II Pe 2.10,13,14) à Esses falsos obreiros são imorais, adúlteros. A infidelidade conjugal faz parte de suas vidas promíscuas e, mesmo com suas vidas nesse estado, não têm vergonha de se autodenominarem “ungidos”, “profetas”, “pastores” etc.
“Não podem ver uma mulher sem a desejarem, e o seu apetite pelo pecado nunca fica satisfeito. Enganam as pessoas fracas e só pensam em ganhar dinheiro. Eles estão debaixo da maldição de Deus.”. II Pe 2.14 NTLH

Arrogantes (II Pe 2.10; II Tm 3.2) à São arrogantes, só querem fazer a própria vontade e passam por cima de todos para isso. Embora não se importem com ninguém a não ser consigo mesmos, eles querem ter a primazia em tudo, ou seja, a primeira cadeira, graus de liderança etc.

Avarentos (II Pe 2.14-16; Jd 1.11; I Tm 6.5) à Esses falsos obreiros são amantes do dinheiro, eles, tratam a religião como fonte de dinheiro, por isso, tratam a obra de Deus como uma empresa, uma fonte de lucro!
Com receio de perder seus adeptos pregam uma teologia frouxa, fácil, onde a renúncia é esquecida!
Esses falsos obreiros passam por cima de todos para obter lucro, até mesmo por cima das autoridades constituídas, não são poucos os que sonegam impostos demonstrando assim sua falta de obediência à Palavra!

Negam a Jesus com suas falsas doutrinas (II Jo 7; Jd 1.4) à Intencionalmente ou não, esses falsos obreiros negam a Jesus com suas falácias doutrinárias.
Qualquer mensagem que nega um atributo de Deus, (onipotência, onisciência, onipresença, santidade, imortalidade etc) está, consequentemente, negando a Deus. Estejamos vigilantes!

Estão sempre em busca de modismos (II Jo 9) à Estes hipócritas não perseveram na Doutrina de Cristo, mas estão sempre buscando inovações para ludibriar os mais incautos. Cuidado, quem quiser acrescentar alguma revelação nova à Bíblia que seja maldito!

São egoístas (Jd 1.12; II Tm 3.1) à Esses obreiros são egoístas, e por isso pouco se importam com a situação dos mais pobres, dos necessitados. Preocupados consigo mesmos eles não amam os irmãos e por isso não são de Deus. “Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor”. (I Jo 4.8)

Bajuladores interesseiros (Jd 1.16) à São bajuladores daqueles em que têm algum interesse! Fazem acepção de pessoas chamando algumas pessoas de especiais, pessoas essas que lhe podem oferecer alguma coisa. Não nos esqueçamos: Deus não tem prediletos, Jesus veio pregar que somos iguais e por isso somos irmãos e filhos de um só Pai!

Ensinam doutrinas estranhas (I Tm 6.3) à Não conseguem se deter à Verdade Bíblica e por isso, com suas palavras, inventam novas doutrinas que não se acham respaldadas na Palavra.
Manipulam a Palavra e distorcem o texto Bíblico com a desculpa de que “Deus revelou”, tiram versículos de seus contextos dizendo o que a Bíblia não disse, portanto, são filhos do Diabo, que é mentiroso e pai da mentira.

Querem manipular as pessoas com falsas revelações (Cl 2.8; Jd 1.8 NTLH) à Como Judas salientou, esses falsos obreiros são sonhadores alucinados e através dessas falsas visões querem fazer de presa o povo de Deus. Tomemos cuidado: toda revelação, profecia ou visão devem ser cuidadosamente julgados de acordo com a Palavra!

1 João 4:1 NTLH
Meus queridos amigos, não acreditem em todos os que dizem que têm o Espírito de Deus. Ponham à prova essas pessoas para saber se o espírito que elas têm vem mesmo de Deus; pois muitos falsos profetas já se espalharam por toda parte.

Nenhum comentário: